Cirurgia bariátrica é uma opção terapêutica segura?

Postado em

médica medindo circuferencia abdominal de paciente obeso

Cirurgia bariátrica é uma opção terapêutica segura?

obesidade é uma pandemia mundial em rápido crescimento. A prevalência de sobrepeso e obesidade aumentou na população mundial. No Brasil, a prevalência de obesidade aumentou em 60% nos últimos 10 anos, passando de 11,8% em 2006 para 18,9% em 2016. O excesso de peso também subiu de 42,6% para 53,8% no mesmo período.

cirurgia bariátrica oferece uma opção de tratamento mais eficaz para a obesidade, e o número de cirurgias de perda de peso aumentou dramaticamente nos últimos anos. Apesar disso, ainda observa-se uma escassez de dados de mortalidade em estudos de longo prazo.

Recentemente uma revisão sistemática e metanálise foi publicada no Diabetes, Obesity and Metabolism a fim de investigar a mortalidade por todas as causas em curto (≤ 30 dias) e em longo prazo (≥2 anos) após a realização de cirurgia bariátrica.

Foram avaliados ensaios clínicos randomizados (ECRs) e estudos observacionais que relataram dados de mortalidade em pacientes adultos (≥ 18 anos de idade) submetidos à cirurgia bariátrica para obesidade (índice de massa corporal ≥ 35 kg/m2). Para a mortalidade em curto prazo, estudos elegíveis foram ECRs que relataram mortalidade perioperatória. Para a mortalidade em longo prazo, os estudos (ECRs e observacionais) que compararam a mortalidade entre pacientes obesos após a cirurgia bariátrica e controles não operados foram considerados.

A mortalidade por todas as causas em curto prazo baseada em 38 ECRs envolvendo 4.030 pacientes foi de 0,18% (intervalo de confiança [IC] de 95%: 0,04% a 0,38%) e foi maior para pacientes que realizaram cirurgia aberta (0,31%; IC 95%: 0,03% a 0,97%) do que laparoscópica (0,17%; IC 95%: 0,03% a 0,45%).

Para mortalidade em longo prazo, foram avaliados 12 estudos observacionais. Destes, 8 foram elegíveis para a metanálise, contemplando 23.647 pacientes operados e 89.628 controles obesos não operados. Todos os estudos mostraram uma diminuição da mortalidade em longo prazo para pacientes obesos após cirurgia bariátrica. A estimativa do efeito combinado mostrou redução na mortalidade por todas as causas de 41% (hazard ratio: 0,59; IC 95%: 0,52 a 0,67; p<0,001). Além disso, os pacientes operados apresentaram redução na mortalidade relacionada a doenças cardiovasculares (odds ratio [OR]: 0,42; IC 95%: 0,25 a 0,72; p<0,001) e na mortalidade relacionada ao câncer (OR: 0,47; IC 95%: 0,36 a 0,63; p<0,001) em comparação com os controles obesos não-operados.

Desta forma, pode-se concluir que a cirurgia bariátrica é uma opção terapêutica segura para a perda de peso, sendo associada a baixa mortalidade em curto prazo e pode estar associada a reduções em longo prazo na mortalidade por todas as causas, cardiovasculares e relacionada ao câncer.

 

Referências:

  • Cardoso L, Rodrigues D, Gomes L, Carrilho F. Short- and long-term mortality after bariatric surgery: A systematic review and meta-analysis. Diabetes Obes Metab. 2017 Feb 28. doi: 10.1111/dom.12922. [Epub ahead of print]
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s