Câncer de Bexiga: Quando suspeitar da doença?

Postado em

 

Câncer de Bexiga: Quando suspeitar da doença? (Conduta médica em Urologia)

Quadro inicial: O sintoma mais comum é hematuria, que normalmente é intermitente, indolor e presente em toda micção. Hematuria indolor (macro ou microscópica), embora os sintomas irritativos miccionais (frequência, urgência, disuria) possam ser a manifestação inicial. Em alguns pacientes, as metástases darão os sintomas iniciais.

Hematuria macroscópica: O padrão de hematuria pode sugerir seu sítio de origem:
• Hematuria ocorrendo principalmente no início de micção sugere causa uretral;
• Hematuria terminal com sangue que aparece ao final do esvaziamento, em geral, tem origem a partir do colo da bexiga ou uretra prostática;
• Hematuria ocorrendo em toda a micção pode ter origem em qualquer parte do trato urinário, incluindo bexiga, ureteres e rins.

Dor: A dor associada com câncer de bexiga é geralmente o resultado de tumores localmente avançados ou metastáticos:
• Dor lombar pode resultar de uma obstrução do ureter pelo tumor em qualquer nível (bexiga, ureter retroperitoneal ou pelve renal).
• Apesar da obstrução ser geralmente associada com doença musculoinvasiva, grandes tumores não invasivos no orifício ureteral podem também causar sintomas.
• A dor é semelhante aquela experimentada com a passagem de cálculos urinários e pode ou não ser associada com hematuria.
• Dor suprapúbica é geralmente um sinal de tumor localmente avançado, que invade a região perivesical, tecidos e nervos, ou obstrui a saída da bexiga, causando retenção urinária.
• Dor hipogástrica, retal e perineal podem ser sinais de doença invadindo a fossa do obturador, gordura perirretal, nervos pré-sacrais ou o diafragma urogenital.
• Dor abdominal no quadrante superior direito pode sinalizar acometimento de nódulos linfáticos abdominais ou metástases hepáticas.
• Dor óssea pode indicar a presença de metástases ósseas.
• Dor de cabeça significativa e persistente ou função cognitiva desordenada pode sugerir a presença de metástases intracranianas ou meníngeas.

Sintomas miccionais: Sintomas de esvaziamento são mais comuns em pacientes com carcinoma in situ (CIS) da bexiga e pode resultar de uma diminuição na capacidade funcional da bexiga, hiperatividade do detrusor, invasão do trígono vesical ou obstrução do colo da bexiga ou uretra:
• Sintomas miccionais irritativos (poliuria, urgência, disuria ou incontinência) ocorrem em aproximadamente 1/3 dos pacientes.
• Disuria, frequência e urgência em particular é altamente sugestivo de carcinoma in situ de bexiga.

Sintomas constitucionais: Fadiga, perda de peso, anorexia são geralmente sinais de doença avançada ou metastática e denotam um mau prognóstico.
• Em casos raros, os pacientes podem ter sintomas constitucionais devido à insuficiência renal causada pela obstrução ureteral bilateral.

Exame físico: Deve ser realizado em pacientes com câncer de bexiga, incluindo um exame de toque retal em homens e um exame bimanual da vagina e do reto em mulheres.
• Massa pélvica pode ser palpada em casos avançados.
• Endurecimento da próstata às vezes pode ser sentido no exame de toque retal, se o câncer de bexiga envolve o colo da bexiga e a próstata.
• Adenopatia inguinal pode estar presente, embora a região inguinal não seja um local comum de metástases.
• Nodularidade na região periumbilical pode ser vista nas lesões avançadas envolvendo a cúpula da bexiga, frequentemente no câncer de úraco, que normalmente são adenocarcinomas e não tumores uroteliais.

#Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia-a-dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.
Anúncios

Um comentário em “Câncer de Bexiga: Quando suspeitar da doença?

    Anônimo disse:
    05/02/2017 às 20:54

    Doença muito mortal deveria haver mais campanhas preventivas…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s